quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

O avanço das tendências na velocidade Terahertz


Achei curioso se deparar com uma notícia dessas do passado e ver que, em duas décadas tanta coisa muda tão repentinamente.


Matéria da revista brasileira SomTrês, de Maio de 1988:



"Vitória do CD?

A indústria de LPs está definitivamente ameaçada. É o que demonstra uma estatística revelada nos Estados Unidos, onde a venda de CDs duplicou nos últimos 3 anos, correspondendo atualmente a 40% do mercado da música de lá.

Enquanto algumas gravadoras protestam, outras preferem investir nesse lucrativo mercado, usando o CD na gravação dos cassetes, o que lhes confere melhor qualidade de reprodução. Os dados mostram que a cifra de 59 milhões de CDs vendidos em 1985 passou para 250 milhõs em 1987. Se assim continuar estima-se que em 1990 esse número alcançará os 600 milhões de unidades vendidas.

Mas há ainda aqueles que acreditam que esta tendência não é definitiva e que o LP vai ter sempre seu lugar reservado na música. É só esperar e ver o que acontece."




Qual a reação dos especialistas nesse mercado se na época pudessem imaginar termos como MP3, Youtube, download, blog, IPOD, Itunes.....?


É meus amigos, as tendências avançam velozmente. As práticas de consumo, os canais de venda, os meios de expressão, tudo muda muito rápido. Talvez a palavra TRADIÇÃO não se aplique em mais nada da vida cotidiana atual.


A tradição agora é se adaptar tão rapidamente quanto às evoluções que nos são lançadas, que no passado se dizia a cântaros, hoje temos de dizer, a Gigabits.

Um comentário:

Fátima Gaya disse...

Oi Júlio,
são tantas informações e tudo tem acontecido tão rapidamente que as vezes fica difícil assimilar e elaborar.
Tenho um lado saudosista, ainda guardo velhos e queridos Lps.
Abraços.